Ainda o Brexit – UE ameaça levar Reino Unido a tribunal

A Comissão Europeia afirmou ter iniciado o processo de infração porque o Reino Unido não implementou o acordo “apesar dos repetidos apelos” para o fazer. O governo britânico argumenta que o acordo precisa de ser “alterado” para evitar “processos alfandegários onerosos, regulamentação inflexível, discrepâncias fiscais e de gastos e questões de governação democrática”. A UE afirmou que a renegociação do ler mais…

Brexit: Guerra comercial e perturbações na supply chain

Embora o Brexit seja algo do “passado” a verdade é que continua a impactar a economia europeia. Para a UE os últimos problemas relacionam-se com o facto do Reino Unido não estar a cumprir o Protocolo para a Irlanda do Norte, que integra o acordo comercial celebrado com a UE. Não tem cumprido até agora invocando problemas relacionados com a ler mais…

Queda mantém-se nas exportações de componentes automóveis

De acordo com a AFIA – Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel – as exportações de componentes automóveis registaram no mês de Julho uma queda de 10,8% relativamente ao mesmo período de 2019, fixando-se assim nos 701 milhões de euros. Depois de uma análise às vendas ao exterior nos primeiros sete meses deste ano, verifica-se que as exportações apenas ler mais…

McDonalds no Reino Unido sem batidos devido a problemas na supply chain

Os batidos foram retirados dos menus nos restaurantes da Mcdonalds em Inglaterra, na Escócia e no País de Gales, após a empresa ter sido afectada por problemas logísticos. A empresa também tem sentido dificuldades em manter os seus 1.250 restaurantes abastecidos de bebidas engarrafadas. Segundo apurou o “The Guardian” as falhas devem-se à falta de condutores de camiões, devido às ler mais…

Brexit “perturba” comércio entre Reino Unido e a União Europeia

Após serem accionados os prazos do Brexit, o comércio internacional do Reino Unido com a União Europeia acumula uma queda de 18,9%, face a uma redução de 9,1% com o resto do mundo. Esta análise avançada pela Crédito y Caución que refere que «o comércio do Reino Unido enfrenta desafios sem precedentes». Para além disso, os dados de comércio exterior ler mais…

Garland reorganiza transporte via terrestre de e para o Reino Unido após Brexit

A Garland Transport Solutions (GTS) tem um novo agente no Reino Unido. Com o arranque recente do contrato com a subsidiária da Rhenus Logistics no país, a Garland acredita poder incrementar a sua cobertura no transporte de mercadorias por via terrestre entre Portugal e Grã-Bretanha. Esta parceria foi estabelecida pouco antes do Brexit, que segundo a empresa, «sabia-se que traria ler mais…

APAT inicia no dia 4 de Março o ciclo de CONVERSAS FORA DE BORDO

A APAT (Associação de Transitário de Portugal) lança o ciclo CONVERSAS FORA DE BORDO onde pretende abordar como podem os portos e os Transitários ser mais parceiros, mais cooperantes, onde podem melhorar procedimentos e acima de tudo como angariar mais carga. O ciclo será constituído por Webinares trimestrais assim como entrevistas publicadas na Revista APAT. «Já no próximo dia 4 ler mais…

Transitex: Serviço de carga fraccionada liga Península Ibérica ao Reino Unido

O operador logístico português Transitex iniciou esta semana o iniciou um novo serviço destinado a carga fraccionada que ligará a Península Ibérica ao Reino Unido por via marítima. Com uma frequência semanal, a consolidação da carga será feita nas localizações Transitex Ibéria e o serviço terá como destinos Londres e Liverpool, com distribuição em qualquer ponto de entrega no Reino ler mais…

Efeitos do Brexit “bastante piores do que o esperado” diz responsável da JD Sports

Segundo Peter Cowgill a burocracia e os atrasos no envio de bens para a Europa está a trazer à empresa prejuízos na ordem dos “dois dígitos de milhões.” Segundo afirmações do responsável à BBC World,« a empresa provavelmente vai ter de transferir 1.000 empregos dos seus centros de distribuição para o continente, implicando tal a perda de empregos no Reino ler mais…

Problemas com documentação aduaneira levam a DB Schenker a suspender serviços para o UK

A DB Schenker anunciou hoje que identificou «questões significativas» relacionadas com as novas formalidades alfandegárias que devem ser aplicadas a remessas entre a União Europeia e o Reino Unido, como resultado do Brexit. Cerca de 90% dos documentos aduaneiros apresentados para os pedidos da DB Schenker estão incompletos e / ou contêm erros, conforme relata a empresa. Para gerir de ler mais…