Intralogística: BLG Logistics Group implementa projecto de automação da Jungheinrich

O BLG Logistics Group investiu em dois empilhadores automatizados ERC 213a da Jungheinrich para a sua unidade em Bremen, na Alemanha. Estes equipamentos destinam-se ao abastecimento e à eliminação de materiais na sua linha de revestimento, a partir da qual a BLG fornece serviços completos para o sector automotive. Trata-se do primeiro projeto de automatização deste tipo para o grupo. ler mais…

Linde aposta na digitalização, automatização e segurança

A Linde Material Handling Ibérica termina 2020 com a digitalização, automatização e segurança como princípios orientadores. Apesar da crise pandémica, a empresa alemã continuou a expandir a sua carteira de soluções durante o corrente ano. Em relação à digitalização, a Linde MH aumentou o desempenho do seu sistema de gestão de frotas, Linde Connect. A nova solução baseada na “cloud” ler mais…

Universal Robots atinge o marco de 50.000 robots colaborativos vendidos

Os robots colaborativos (cobots) continuam a ser o segmento de rápido crescimento na automação industrial, prevendo-se que atinjam uma Taxa de Crescimento Anual Composta (CAGR) de 30,37% no período de 2020-2025. A Universal Robots (UR) reforçou a sua «posição de liderança» ao vender o seu robot colaborativo número 50.000, que foi adquirido por um fabricante alemão com o intuito de ler mais…

Automatização no armazém vai aumentar mais 6% do que o previsto antes da pandemia

A Interact Analysis, uma empresa de estudos de mercado internacional especializada no sector de automatização e inteligência, acabou de lançar um novo estudo sobre a automatização no armazém. Em termos gerais este estudo confirma que embora muitos sectores tenham sido fortemente abalados pela pandemia e se preveja que tenham uma recuperação lenta, o sector de automatização do armazém vai previsivelmente ler mais…

Logistics Trend Radar da DHL revela as tendências que irão moldar a logística do futuro

A DHL revelou 29 tendências-chave que irão impactar o sector da logística nos próximos anos, na quinta edição do Logistics Trend Radar. Este relatório indica que estamos a experienciar uma estabilização geral nas tendências dos últimos quatros anos. Contudo, com o sector da logística a atravessar a atual pandemia global, os processos de transformação foram acelerados. Se por um lado, ler mais…

«Só uma minoria de empresas de produção alemã está altamente automatizada»

Nas empresas de produção alemãs de médias dimensões há, ainda, um «elevado potencial» para aumentar a produtividade, «uma vez que nem sequer uma em cada cinco empresas de produção na Alemanha alcança um nível de automação superior a 75 % no fluxo interno de materiais». Simultaneamente, os utilizadores finais dão especial importância a sistemas simples e robustos para o manuseamento ler mais…

Thyssenkrupp Elevator inaugura 1º armazém automático

A thyssenkrupp Elevator inaugurou o seu primeiro armazém totalmente tecnológico e inteligente para distribuição de peças, destinado à manutenção dos elevadores. Localizado em Madrid, este armazém pretende melhorar o serviço prestado aos clientes em Portugal, Espanha e Itália. A empresa adianta que este passa a ser o ponto estratégico para a gestão total da disponibilidade dos materiais, «ao mesmo tempo ler mais…

Luís Simões aposta na automatização na unidade em Guadalajara

A Luís Simões arrancou com a construção de soluções automatizadas numa das três naves que compõem o novo Centro de Operações Logísticas, em Guadalajara, com inauguração prevista para este mês de Fevereiro. A Nave A terá uma capacidade total de armazenagem de 86.500 lugares de paletes (75.500 em temperatura ambiente e 11.000 para produtos refrigerados) e 1.800 de picking, na ler mais…

Universal Robots nomeia Miguel de Oliveira para director de desenvolvimento de negócio em Portugal

A Universal Robots, empresa dinamarquesa de fabrico de robots colaborativos (cobots), anunciou a nomeação de Miguel de Oliveira para o cargo de diretor de desenvolvimento de negócio em Portugal. Adicionalmente, pretende entrar em novos setores industriais em Portugal «aos quais a flexibilidade e facilidade de utilização dos seus robots colaborativos oferece uma grande oportunidade para a automatização de processos». O ler mais…