Coronavírus: Qual o impacto nas supply chains?

Com o cenário do coronavírus a manter-se, o impacto nas cadeias de abastecimento poderá ser maior. Por agora e apesar de existirem alguns problemas, as cadeias de abastecimento vão funcionando, mas se a situação se mantiver a disrupção poderá será inevitável. Há alguns sectores que devido à maior dependência que têm da China podem estar a passar por maiores dificuldades. ler mais…

Empresa têxtil polaca aposta no RFID

A Checkpoint Systems e o grupo polaco LPP desenvolveram uma colaboração para a implementação em grande escala do programa de identificação por radiofrequência (RFID) que permite melhorar a disponibilidade de mercadoria, a eficiência operativa e a experiência de compra do cliente. O programa irá ser implantado ao longo de toda a cadeia de distribuição da LPP, desde o ponto de ler mais…

Nearshoring e automação a liderar futuro do têxtil

As empresas de vestuário com sucesso no futuro serão aquelas que vão liderar a cadeia de valor em duas frentes: o nearshoring e a automação, ambas abordadas de forma sustentável. Para prosperarem, as marcas de vestuário e os retalhistas na Europa e nos Estados Unidos não podem continuar a fazer negócios como faziam, segundo a consultora McKinsey & Company. Devido à estagnação dos ler mais…

Garland movimentou 6 milhões de peças da marca CODE o ano passado

Numa parceria que dura há 15 anos, a Sociedade de Distribuição de Vestuário (SDV), que comercializa a marca de moda CODE, é o cliente mais antigo da área de logística do Grupo Garland. Em 2017, ano em que a CODE faturou 48 milhões de euros, a Garland movimentou cerca de 6 milhões de peças de vestuário para a marca, a ler mais…