Nearshoring e automação a liderar futuro do têxtil

As empresas de vestuário com sucesso no futuro serão aquelas que vão liderar a cadeia de valor em duas frentes: o nearshoring e a automação, ambas abordadas de forma sustentável. Para prosperarem, as marcas de vestuário e os retalhistas na Europa e nos Estados Unidos não podem continuar a fazer negócios como faziam, segundo a consultora McKinsey & Company. Devido à estagnação dos ler mais…

Garland movimentou 6 milhões de peças da marca CODE o ano passado

Numa parceria que dura há 15 anos, a Sociedade de Distribuição de Vestuário (SDV), que comercializa a marca de moda CODE, é o cliente mais antigo da área de logística do Grupo Garland. Em 2017, ano em que a CODE faturou 48 milhões de euros, a Garland movimentou cerca de 6 milhões de peças de vestuário para a marca, a ler mais…