Crédito y Caución prevê um aumento de 26% nas insolvências a nível mundial

A Crédito y Caución prevê um aumento de 26% nas insolvências a nível mundial, que se materializará, em grande parte, durante a segunda metade de 2020. Durante o primeiro semestre, as medidas adoptadas pelos governos reduziram o incremento esperado nas insolvências modificando os limites para a sua apresentação, reduzindo a capacidade do devedor de forçar a insolvência ou proporcionando apoio ler mais…

Maioria das empresas planeiam ter número igual ou superior de colaboradores em 2021

A maioria dos empresários inquiridos pelo Barómetro Kaizen (64%) afirma que planeia manter ou aumentar o número de colaboradores em 2021. De acordo com a edição mais recente deste estudo, 40% dos gestores estimam manter a actual força de trabalho, durante o próximo ano, 36% acreditam que esta será menor do que em Junho de 2020 e 24% que esta ler mais…

Barómetro Kaizen: Maioria dos empresários considera ineficientes as medidas implementadas pelo Governo

A maioria dos empresários participantes no Barómetro Kaizen (81%) afirma que as medidas de apoio implementadas pelo Governo para o contexto Covid-19 são insuficientes. O grau de confiança dos gestores na economia nacional encontra-se nos 8,4 valores em 20, um valor inferior ao do último barómetro realizado pelo Kaizen Institute, em Fevereiro deste ano, quando o grau de confiança se ler mais…

A Atual Situação da Epidemia de COVID-19 na China

Em março, com a redução gradual das pessoas infectadas pelo COVID-19 na China, a maioria das províncias chinesas começou a voltar ao trabalho e as fábricas que reiniciaram o trabalho atingem já 80% a 90% dos seus níveis de produção habituais. Ainda assim, as autoridades locais exigem que cada empresa implemente medidas de precaução ao solicitar a retoma das suas ler mais…

COVID-19: AEP apresenta ao Governo medidas para minorar o impacto económico

A AEP – Associação Empresarial de Portugal apresentou ontem ao Governo um conjunto de medidas para minorar o impacto económico do Covid-19 no mercado nacional. Para o presidente da AEP, Luís Miguel Ribeiro, o objectivo deste levantamento «é proteger as empresas, os postos de trabalho e o rendimento das famílias, impedindo uma escalada de falências e de desemprego». A nível ler mais…