Concessão de Terminal do Barreiro pode ocorrer em 2020

O terminal multimodal do Barreiro poderá ser concessionado em 2020. A proposta da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que está a analisar o projecto, deverá ser entregue até ao final deste ano.

De acordo com a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, em declarações à agência Lusa, “o grupo de trabalho criado pela ministra do Mar para a optimização do projecto do terminal do Barreiro tem vindo a trabalhar regularmente, estando prevista a entrega até ao final do corrente ano na APA de uma Proposta de Definição de Âmbito”. Como foi noticiado, a proposta “incluirá os resultados da consulta pública e os pareceres das entidades, conhecidos durante o procedimento de Avaliação de Impacto Ambiental anterior”. Recorde-se que em Setembro, a APL pediu uma nova Avaliação e reformulação deste projecto, cujo valor se estima em 400 milhões de euros.

Segundo aquele Ministério, previamente à construção do terminal é necessário obter a Declaração de Impacte Ambiental favorável e lançar o concurso para concessão do projecto da construção, operação e financiamento do terminal do Barreiro, o qual “será da responsabilidade da iniciativa privada”. Cumprindo-se os pressupostos de aprovação ambiental, “a concessão do terminal poderá ocorrer em 2020”.

Quanto terminal de Alcântara, o Ministério prevê “o aproveitamento da frente de acostagem já existente de 1.070m e da área de 21ha, que correspondem à actual área concessionada”, não existindo qualquer ampliação associada ao projecto, mas sim a instalação de equipamentos modernos e a utilização de tecnologias de ponta, os quais deverão começar a ser instalados a partir de 2018. Não está também previsto o aumento significativo do número de contentores em parque, mas sim o aumento da sua movimentação.

 

Partilhar este artigo...Share on Facebook0Share on LinkedIn2Tweet about this on TwitterShare on Google+0Print this pageEmail this to someone

Written by