Tramagal fabrica primeiro comercial de mercadorias eléctrico

A Mitsubishi Fuso Truck and Bus Corporation (MFTBC) celebrou ontem o início da produção do primeiro veículo comercial de mercadorias eléctrico do mundo, a FUSO eCanter. O evento teve lugar na unidade de produção do Tramagal, onde será fabricada a eCanter para os mercados Europeu e Norte-Americano, em simultâneo com a viatura comercial Fuso Canter convencional.

Este marco na história da marca e da fábrica portuguesa foi simbolicamente assinalado com uma visita àquela unidade de produção, numa cerimónia que contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.
Na ocasião, Marc Llistosella, Presidente e CEO da Mitsubishi Fuso Truck and Bus Corporation e Responsável máximo da Daimler Trucks Asia, declarou: “Hoje, com o início de produção, tornámo-nos o primeiro fabricante do mundo a produzir em série veículos de mercadorias completamente eléctricos. A partir de agora poderemos corresponder à cada vez maior procura de viaturas comerciais sem emissões para distribuição dentro de Mega-Cidades. Já recebemos as primeiras encomendas e marcámos o lançamento global deste veículo para uma das mais icónicas Mega-Cidades, Nova Iorque, em Setembro. A nossa fábrica Portuguesa não se limita a produzir para a Europa e para os Estados Unidos da América, também beneficia de uma estreita colaboração com as autoridades em Portugal e Lisboa que vem testando os veículos comerciais desde 2014.”

Autonomia de 100 km

De acordo com a informação da Mitsubishi Fuso Truck, o eCanter permite poupanças de €1000 por cada 10 mil quilómetros quando comparado com os veículos com motor a gasóleo equivalentes.
O eCanter inclui seis baterias de 13,8 kWh de capacidade, o que totaliza pouco mais de 80 kWh. A autonomia anunciada é de 100 quilómetros, um valor que, segundo a marca, é suficiente para os percursos diários feitos por este tipo de camiões em circulação urbana e suburbana. A capacidade de carga varia de duas a três toneladas em função do tipo de caixa escolhido pelo cliente. Os faróis são LED e a grelha frontal diferenciam claramente este camião dos Canter com motores a combustão.
Ainda de acordo com a informação da marca, os custos de operações mais baixos quando comparados com modelos equivalentes como motor Diesel, vão permitir recuperar o investimento extra inicial em três anos.

Uma fábrica com história
Em Portugal, a fábrica do Tramagal, a cerca de 150 quilómetros a nordeste de Lisboa, tem uma história longa. Foi fundada em 1964 como uma sociedade entre o negócio da família Portuguesa Duarte Ferreira e o antigo fabricante de camiões Francês Berliet. Em 1980 a fábrica começou com a montagem de CKD (completely knocked down) para a Mitsubishi Fuso. Nos anos que se seguiram a empresa montou o comercial ligeiro de mercadorias e outros veículos da Mitsubishi Fuso para o mercado Português. Dez anos mais tarde foi adquirida pela Mitsubishi Motors Portugal. Em 1996, a Mitsubishi Motors Corporation adquiriu a unidade fabril considerando-a como o local de produção central da Fuso Canter para a Europa Ocidental. A fábrica tornou-se parte da Daimler AG em 2003 altura em que este fabricante de automóveis adquiriu a maioria Mitsubishi Fuso.
A fábrica estende-se por uma superfície de cerca 160.000 metros quadrados. Mais de 400 colaboradores produzem a Fuso Canter para cerca de 30 países Europeus, Israel, Marrocos e Turquia. Aproximadamente 95 por cento dos veículos são exportados. Desde 2012, os colaboradores do Tramagal produzem também a Fuso Canter Eco Hybrid, a versão híbrida da Canter.

(Reportagem completa na edição em papel da Logística Moderna).

Partilhar este artigo...Share on Facebook0Share on LinkedIn0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Print this pageEmail this to someone