Qual o perfil certo para trabalhar em Logística?

A logística tem-se reinventado constantemente nos últimos anos: está cada vez mais dinâmica, mais focada no negócio e cada vez mais nos centros de decisão estratégicos de uma organização. Não obstante, não existe um perfil 100% certo para quem queira vingar neste setor e o que hoje pode ser uma característica importante, amanhã poderá ser secundária.

A logística existe em todos os setores de atividade, desde serviços, indústria, construção, Operador, transportes, entre outros, e todos eles são diferentes, mas existem algumas características que devem ser tomadas em consideração para ter sucesso neste setor:

– “Pensamentos fora-da-caixa” isto é, alguém com o foco na solução, alguém que procura novas ideologias e novos processos de melhoria, alguém dinâmico e com capacidade de superação constante.

– Alguém que vista a camisola, que trabalhe em equipa, que seja um suporte dentro da organização e que “arregace as mangas” quando necessário.

– Alguém com visão do negócio e da sua rentabilidade e não apenas focado nas operações do dia-a-dia e na conquista de objetivos operacionais.

– Alguém com capacidade de chefia de equipas, com uma mentalidade aberta, disponível para o diálogo, para a troca de ideias e para o alcance de objetivos enquanto equipa e não enquanto indivíduo – aqui reside a diferença entre chefe e líder.

Longe vão os tempos em que a logística era vista como um departamento de suporte, um departamento necessário e que fazia a ligação com o fornecedor e com o cliente, tratava dos transportes, garantia que o armazém estava alinhado com as necessidades da fábrica e/ou do departamento comercial e que o seu quotidiano era meramente administrativo. Ao dia de hoje, a logística faz parte do core business da organização, por isso os seus profissionais devem ter uma visão mais financeira, mais estratégica, analítica e global, para além da visão operacional, para que sejam bem-sucedidos neste sector.

A logística é cada vez mais sexy no mercado de trabalho, cada vez mais procurada pelas organizações e cada vez mais importante para o seu sucesso, pelo que poderá vir a existir uma escassez de bons profissionais de logística no mercado de trabalho a curto-médio prazo, caso não exista uma forte aposta do Estado e do próprio setor na formação de bons colaboradores.

Portugal está na moda e a logística também se soubermos aproveitar esta dinâmica e este fluxo de conhecimento e informação com certeza teremos um setor mais forte, mais profissional e mais atrativo para os seus profissionais.

 

Filipe Forte, Consultor Sénior Michael Page

Partilhar este artigo...Share on Facebook
Facebook
42Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
0Print this page
Print
Email this to someone
email

Written by