Dachser quer reduzir emissões de CO2 com recurso à tecnologia de iões de lítio

A Dachser, multinacional de logística, anunciou que irá substituir, até 2022, seis mil equipamentos de movimentação de carga tradicionais por máquinas movidas a baterias de iões de lítio, pois permitem uma maior duração. Para além das vantagens económicas das baterias de iões de lítio, como os tempos de carga mais rápidos e a maior flexibilidade de utilização dos equipamentos, esta tecnologia permite economizar energia. Com esta aposta a Dachser estima reduzir as emissões de CO2 em aproximadamente 1.600 quilos, por veículo, a cada ano.
Michael Schilling, COO de Road Logistics da Dachser, explica que «este projeto de modernização é um excelente exemplo de como o lucro e a sustentabilidade podem andar de mãos dadas, produzindo benefícios para os clientes.» A mudança será feita gradualmente para que os armazéns não operem, simultaneamente, com as duas soluções.
A tecnologia de iões de lítio já foi introduzida nas filiais de Radeburg e Erlensee, na Alemanha. Segue-se, agora, a construção e expansão das instalações em Friburgo e Munique. Na Península Ibérica cinco por cento dos equipamentos já foi substituído, principalmente nas filiais de Alicante e Valência. No que toca à tecnologia de baterias, infraestruturas de recarga e software de gestão de energia, a Dachser selecionou a Triathlon como seu fornecedor. André Bilz, team leader de gestão de equipamentos da Dachser refere que «a Dachser, juntamente com os parceiros, procura impulsionar o desenvolvimento da tecnologia de sistemas logísticos e de armazenagem.»

Partilhar este artigo...Share on Facebook
Facebook
15Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
0Print this page
Print
Email this to someone
email

Written by