Carol Ptak defende que empresas devem abraçar clima de mudança

“Adapt or Die – why industry 4.0 doesn’t work” é o tema do workshop conduzido pela especialista norte-americana Carol Ptak, que terá lugar a 12 de Maio, no Tryp Lisboa Aeroporto Hotel. O objectivo principal da acção é “ajudar gestores e executivos a tomarem consciência do ambiente de negócios em constante mudança e o que devem fazer para sobreviver neste novo normal”, diz especialista à Logística Moderna.
Como aponta, “a Indústria 4.0 pode fornecer uma vantagem competitiva a uma empresa ou pode destruí-la – a diferença reside nas novas formas de pensamento adoptadas por cada uma”. Além disso, destaca que “as empresas que fazem uma revisão fundamental das suas práticas de negócio, em vez de tentarem acelerar os actuais processos, podem alcançar uma vantagem competitiva”.
A metodologia Demand Driven dá à empresa a capacidade de detectar mudanças na procura dos clientes e adaptar o seu planeamento e produção, tudo em tempo real. A metodologia difere das metodologias de planeamento tradicionais, na medida em que reconhece que a cadeia de abastecimento não é linear nem nunca foi, ao contrário das ferramentas de planeamento tradicionais que se baseiam na ciência de um sistema linear.
Do conhecimento que detém, Carol Ptak acredita que na última década, “os problemas tornaram-se iguais” nas empresas de todo o mundo e enfrentam, de forma geral, mercados cada vez mais voláteis, incertos, complexos e variáveis. “A grande diferença entre os EUA e a Europa reside no facto de as empresas europeias parecerem muito mais abertas a essas novas técnicas”.
Para a norte-americana, uma empresa que não se adapte a este clima de mudança, morre. Prova disso é o facto de surgirem diariamente notícias sobre empresas que estão a encerrar a actividade ou a abandonar o negócio nos EUA.
A especialista defende que “ “o ambiente empresarial hoje obriga a que os problemas sejam abordados de forma diferente”. Neste sentido, “as organizações têm de adaptar-se e mudar”, sob pena de “a sua própria existência estar ameaçada”. Uma das formas de assegurar a transformação das organizações é através dos modelos Demand Driven.
Demand Driven MRP é uma metodologia com aplicação directa às operações, com resultados palpáveis em vários sectores, como o automotive, equipamentos, aeronáutica, especialmente dirigido a heads of supply chain, directores de logística, directores de operações, purchasing directors, responsáveis de produção, directores e responsáveis de planeamento, demand planners, project managers e responsáveis de procurement e aprovisionamento.
Carol Ptak ocupou posições de destaque em várias empresas e instituições, nomeadamente pela IBM Corporation (global SMB segment executive), APICS (international president and CEO), e People Soft (vice president e global industry executive manufacturing and distribution industries)
A organização do workshop está a cargo do Demand Driven Institute, CMG Consultores e Logística Moderna. Os interessados em participar podem consultar a Logística Moderna pelo geral@logisticamoderna.com
Veja a entrevista na íntegra no próximo número da Logística Moderna

Partilhar este artigo...Share on Facebook0Share on LinkedIn21Tweet about this on TwitterShare on Google+0Print this pageEmail this to someone