Interrogações logísticas!

A logística precisa mais de profissionais com competências técnicas ou comportamentais?

A resposta consensual é depende… no entanto esta resposta é enviesada pela heurística de que temos cargos que necessitam maioritariamente de competências técnicas e outros necessitam de mais competências comportamentais…

A logística como atividade complexa e de equipa exige que os seus profissionais dominem a sua área técnica específica, no entanto as competências comportamentais são transversais as todas as categorias, é impossível termos uma equipa de logística de elevada performance que não saiba trabalhar em equipa, comunicar, delegar, gerir conflitos, etc…

Há outra interrogação que faço, a sua equipa de logística tem treinado?

Sim, as competências comportamentais e técnicas treinam-se e podem ser afinadas, e o que eu não compreendo é porque é que uma equipa desportiva treina todos os dias para jogar uma vez por semana… Mas na logística é diferente, quando falamos em treinar, pensa-se logo, mas como é que as coisas funcionam se eu não estiver na operação logística?

Há um provérbio chinês de que gosto principalmente quando abordamos esta questão” Se queres derrubar uma árvore depressa, leva o dobro do tempo a afiar o machado”, ou seja, a preparação é fundamental para que se alcancem rapidamente os nossos objetivos logísticos.

A Internet das coisas e a logística das coisas, oportunidade ou ameaça?

A internet das coisas aumentará a eficiência e eficácia da logística, tornará a cadeia de abastecimento mais leve e inteligente eliminando desperdícios. Este impacto certamente terá os seus efeitos na logística das coisas.

A logística enfrentará certamente um paradoxo, ou seja, aquilo que aumentará a sua eficácia tenderá a diminuir a sua necessidade. Por exemplo atualmente temos habitações a serem contruídas através de impressoras 3 D, se compararmos com as necessidades da cadeia de abastecimento das casas construídas da forma tradicional a diferença é abismal, aliás há fases da cadeia de abastecimento que foram completamente descontinuadas e abolidas…

No entanto e independentemente das tendências tenho a certeza que a logística será sempre um sector determinante e cada vez mais será mais ecológico e sustentável.

Alexandre Real, partner da Sfori

Partilhar este artigo...Share on Facebook11Share on LinkedIn53Tweet about this on TwitterShare on Google+0Print this pageEmail this to someone