Portugal Transport Networking reúne 160 profissionais do transporte

A 3ª edição do Portugal Transport Networking, evento anual promovido pela Wtransnet, juntou, na última sexta-feira, 160 profissionais dos transportes de mais de 80 empresas, em Lisboa. À Logística Moderna, Manuel Fontes, área manager para Portugal da empresa, sublinhou que o evento “foi um sucesso”.
O evento destina-se a empresas que procuram cargas e camiões na Península Ibérica. As sessões de speed networking (one-to-one) desenvolvem-se à mesa, têm a duração de sete minutos, interrompidas por um sinal sonoro. “Uma jornada de networking, cujo objectivo é estreitar relações comerciais entre empresas do sector no mercado ibérico”. O formato de speed networking “pretende facultar as ferramentas necessárias para encontrar colaboradores de confiança e novas oportunidades de negócio em ambos os países”.
Segundo o responsável, este ano a organização conseguiu consolidar o evento e responder a um pedido de edições anteriores, nomeadamente através da integração de empresas com grande volume de subcontratação. Além disso, foi criada uma Cargo Area destinada a entrevistas de 15 minutos, previamente agendadas.
Como aponta o responsável, “a confiança é muito importante neste sector”. Neste sentido, apesar das várias ferramentas de segurança disponibilizadas, “o contacto pessoal é a ferramenta mais segura que podemos oferecer aos nossos associados”. Como diz, “em mercados tão competitivos como o transporte, a diferenciação de uma empresa é fundamental e na maioria das ocasiões, as relações com os colaboradores, tanto fornecedores de carga como de serviços de transporte, convertem-se no activo mais importante”.
Actualmente, fazem parte da Wtransnet 830 empresas portuguesas. Segundo Manuel Fontes, “o negócio em Portugal está a crescer bastante bem, com crescimentos de 8% ao ano ao nível de número de empresas associadas”. Quanto ao futuro, “a previsão é de crescimento e consolidação, contando com a confiança de mais empresas, com grande volume de carga, de forma a darmos argumentos ao pequeno transportador para se juntar a estas soluções”.
Quanto a inovações, salienta que a Wtransnet está a lançar um serviço para seguimento da carga e está a apostar noutros serviços, nomeadamente na gestão de documentação. “É um mundo cheio de oportunidades (…) temos que ouvir os nossos associados e sentir o pulso ao sector”, conclui.

Partilhar este artigo...Share on Facebook0Share on LinkedIn2Tweet about this on TwitterShare on Google+0Print this pageEmail this to someone