Garland amplia Centro Logístico para responder aos desafios do ecommerce

Garland amplia centro logístico para responder aos desafios do ecommerce

18 de Outubro de 2016

A Garland Logística acaba de anunciar a ampliação do seu centro logístico da Maia, tendo em vista a prestação de um “melhor serviço com tecnologia mais avançada”. A ampliação surge na sequência do aumento da actividade relativa ao ecommerce. A empresa anunciou ainda que já tem o primeiro cliente exclusivamente dedicado ao ecommerce, a UnCloset.

“Sendo uma actividade que exige um grande rigor e tempos muito curtos de preparação de encomendas, assim como um controlo muito fiável das operações através de sistemas de informação de alto nível, a Garland Logística não poderia deixar de entrar neste mercado, por ser manifestamente um especialista nesse sector. Faltava apenas adaptar o nosso principal Centro Logístico, na Maia, para processar em grande escala encomendas à unidade, razão pela qual decidimos investir na ampliação das actuais mezzanines, criando uma área total de cerca de 6.000m2 com prateleiras específicas para este tipo de actividade”, justifica Ricardo Sousa Costa.

O administrador do Grupo Garland responsável pela área de negócio da Logística acrescenta: “o novo espaço criado tem todas as características técnicas necessárias para suportar a logística do e-commerce, assim como um elevado nível de segurança, estando equipado com sprinklers, circuito CCTV e sistema de controlo de acessos.” A nova área no Centro Logístico da Maia recebeu em Setembro o primeiro cliente exclusivamente dedicado ao comércio electrónico.

A UnCLOSET, fundada por um português, é uma plataforma onde se pode alugar carteiras de luxo a partir de qualquer ponto da Europa. Os serviços prestados pela Garland Logística à UnCLOSET contemplam a preparação das encomendas, através da separação dos modelos requisitados por cada cliente, embalamento com diferentes níveis de personalização e expedição das mesmas para toda a Europa. No sentido contrário, ou seja, na recepção dos artigos, há uma verificação criteriosa do estado dos artigos, a sua limpeza e novo acondicionamento, seguidos de armazenamento até serem novamente requisitados.

O administrador acredita ter até ao final do próximo ano “toda a atual expansão completamente ocupada e em ritmo de cruzeiro.” “Uma das características fundamentais para ter sucesso neste tipo de parceria é dispor de uma grande capacidade de integração dos sistemas de informação de ambas as empresas, que é exatamente uma das nossas principais mais-valias, já que investimos muito nesta área e dispomos por isso de sistemas de informação de última geração”, congratula-se Ricardo Sousa Costa. Criada em 1994, sendo a mais recente das áreas de negócio do Grupo Garland, a Logística é a que tem registado um maior impulso. Basta ter como referência que, o Centro Logístico da Maia tem apenas quatro anos e já sofreu ampliação.

Partilhar este artigo...Share on Facebook0Share on LinkedIn0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Print this pageEmail this to someone